PT EN
» Amares » Artesãos

Artesãos

  • Amararte 

    Os seus fundadores e actuais trabalhadores são o Sr. José Antunes e Sr. José Almeida. Esta micro- empresa foi fundada em 1994 com o apoio da ATAHCA. Hoje em dia o trabalho de ferro forjado é pouco “ Isto está muito complicado para vender, por isso tivemos de nos virar um pouco para serralharia geral, já pouca gente compra trabalho em ferro forjado”.

    amararte

    ferro forjado
    Parque Industrial de Rendufe
    +351 253 324 726

  • Constante da Silva Almeida 

    O Sr. Constante conta com 74 anos de idade vividos em Amares. Trabalha numa pequena oficina numa garagem alugada bem no centro da Vila, para onde se mudou “à pouco tempo porque a anterior já era pequena”. Era ajudante de trolha mas “á cerca de 10 anos meti a reforma, e precisei de encontrar qualquer coisa para me entreter e virei-me para o artesanato”. Acredita que este projecto o possa ajudar a mostrar e pensar o trabalho que desenvolve - construção de modelos de moinhos e peças tradicionais de pequena escala - pois “ tudo que traga um pouco de publicidade é uma ajuda”.

    constante

    Moínhos Tradicionais
    Rua Dr. Dias Paredes, 12 Amares
    +351 912 097 870

  • José Fernandes Gonçalves 

    O Sr Gonçalves nasceu em Santa Marinha de Oleiros, concelho de Vila Verde mas o trabalho na restauração levou-o até à Suíça. Em 1994 regressa e fixa-se em Amares, dedicando-se novamente ao artesanato, mais concretamente á Olaria. É frequentemente convidado para estar presente em feiras de artesanato em Portugal, contudo “ é em Espanha que há mercado, porque cá vendesse muito pouco”. O seu interesse pela Olaria nasceu quando tinha somente seis anos e o bichinho permaneceu até hoje, criando peças decorativas como jarras ou floreiras em barro laranja. Trabalha numa garagem em sua casa onde tem três tornos de oleiro, um forno e muitas peças encavalitadas entre carros e motos que vai restaurando com os filhos.

    jose

    Olaria - Cerâmica
    Bico
    +351 253 322 093

  • José Pedro Araújo da Silva

    O Sr. Pedro nasceu em Barreiros, concelho de Amares em 1953. Foi marceneiro e depois funcionário da Escola Secundária de Amares. “Sou tocador de cavaquinho no Rancho Folclórico As Lavradeiras da Casa do Povo de Amares, faço parte do Grupo Coral Aleluia e da Associação de Pesca Desportiva de Amares”. Tem uma pequena e muito bonita oficina em sua casa, com uma salamandra que ajuda no inverno, e muitas madeiras, instrumentos e moldes pendurados "não tenho uma razão pela qual comecei a fazer instrumentos, sempre fui tocador e sempre achei que um dia ainda faria o meu próprio cavaquinho, em Agosto de 2004 fiz o meu primeiro, usando algumas peças de um antigo que estava estragado. Nunca mais parei, um a seguir ao outro o bichinho apanhou-me. Mas estou sempre pronto para aprender e experimentar coisas novas.”

    pedro

    Construção Artesanal de Instrumentos Musicais de Corda
    Rua de Guiames, 16 Amares
    +351 967 548 677

  • Maria Adelaide Correia

    A Dona Maria Correia é professora em Vila Verde e fez a sua primeira experiência em pintura cerâmica em 1997, através de uma formação promovida pela Aliança Artesanal. Anteriormente já bordava lenços dos namorados e em Amares conheceu as cores tradicionais locais, o preto e o vermelho. Combinou estes dois saberes - a pintura cerâmica e os motivos tradicionais dos lenços. Conta-nos que não existem formas especificas das peças cerâmicas, sendo normalmente decorativas (bolas, santinhos ou jarras) ou funcionais (canecas, taças, travessas). Trabalha em casa onde pinta as peças de barro branco á mão, levando-as posteriormente a cozer na escola em Vila Verde.

    maria

    Pintura Cerâmica
    Largo do Passo, 75 Barreiros
    +351 253 991 097

  • Maria do Sameiro Araújo Leão

    A Dona Sameirinho nasceu em Barcelos, mas mudou-se para Amares após o seu casamento. Bordadeira desde sempre, senhora activa e trabalhadeira, envolveu-se incansavelmente em projectos de formação através de protocolos com o IEFP, a Camara de Amares, e várias empresas e fábricas da região, formando mulheres para trabalhar em fábricas de costura e bordados. Trabalha em casa, junto a uma janela que lhe dá luz durante o dia e a “um pequeno candeeiro, oferecido pela nora e que tem uma luz muito boa” que lhe ilumina os trabalhos que pela noite dentro entram. A sua especialidade são os lenços dos namorados, certificados pela Adere- Minho e um dos quais lhe valeu um prémio á bem pouco tempo.

    sameiro

    Bordadeira - Lenços dos Namorados
    Bairro Municipal, 6 Amares
    +352 253 992 824