PT EN

Filipe Garcia

2015

Poesia paradoxal

Uma experiência primária sobre o paradoxo performativo na (re)construção de outras narrativas poéticas perto da fronteira do plágio formal

2013

ayam maia

Este projecto propõe estabelecer diálogos interactivos entre os elementos do processo participativo performativo que irão andar pelo espaço público ao encontro de possíveis performers locais, com os quais irão interagir simplesmente pela observação sentados na cadeira que levarem, a partir daí e sabendo que não poderemos falar, estaremos à espera receptivos através de uma comunicação de olhares, de como se processará a reacção do espectador que rapidamente passará a interveniente principal.
Nesse processo devem existir alguns elementos que realizarão quer as fotos quer as filmagens, dando a entender o novo papel, que nós a comitiva performativa lhe vamos atribuir com a intenção da observação.
É um processo de transposição do autor ou autores induzindo o espectador a tomar conta da sua situação performativa dentro da sua própria realidade, poesia paradoxal num diálogo que geralmente se torna efectivamente alucinante.

Bio

Residente desde 197... é Licenciado em Artes Plásticas | Escultura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, e Mestre em Arte e Design para o Espaço Público na mesma Faculdade.
Dentro dos diferentes contextos em que trabalha e que problematiza, tenta através de relações de proximidade ética, estética e conceptual, dar a entender as inúmeras possibilidades de uma abordagem experimental e intuitiva, criando assim espaço para novas perspectivas e variáveis na definição e compreensão das problemáticas do paradoxo e do presente na arte contemporânea.
O seu trabalho mais recente assenta na abordagem ao pensamento sistémico como meio mais alargado para a compreensão das questões relativas ao sítio, à observação, à percepção e (a)percepção da obra de arte na relação entre público/privado, visível e invisível de forma a fomentar a expansão da consciência artística como processo paramórfico da construção da realidade.