PT EN

Hugo Castro

2015

…objeto, sombra, objeto…

Projeto inserido no programa de Residências Artísticas

As minhas preocupações acentam numa busca constante de possibilidades de formas que um objecto pode conter em si mesmo, sem deixar de o ser, pelas variantes da sua posição no espaço e da sua própria sombra ou sombra projectada. 

Hugo Castro 

O conhecimento total de um objeto só será possível depois de esgotar todas as suas possibilidades de todas as suas valias. 

Se conheço um determinado objeto, devo conhecer todas as suas formas, todos os seus movimentos, todas as suas características, senão, apenas posso dizer que sei o que é e qual a sua função. 

Saber o que é uma “faca” não implica necessariamente conhecer uma “faca”, se assim fosse, teria de tomar conhecimento de como esta é construída e produzida, qual o seu material, como se afia, como se encontra ou movimenta no espaço, etc. 

Antes disso é importante colocar em causa o meu conhecimento e posicionamento físico no meio espacial, onde o verdadeiro conhecimento sobre algo só existe quando o sujeito tem uma noção clara do seu espaço no espaço. 

Bio

Hugo Castro nasce a 15 de Junho de 1989, no Porto.Licenciado em Artes Plásticas na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, participou em workshops, nomeadamente de Vidro Soprado e técnicas de Casting e Fusing no CENCAL em 2013; 1ª Encontro Internacional do Trabalho da Pedra 3ª Bienal da Pedra de Alpendurada em 2012; Workshop de Pedra – Mármore sob a orientação de Susana Piteira em 2012.

Simultaneamente participou nas seguintes exposições colectivas:

PRINT(ED) MATTER(S) #3, publicação coletiva e publicação individual, em 2012; Expôs individualmente no Instituto Vocare no Porto, em 2012, intitulada Cifra; Teoria da Pintura, uma colecção quase objecto, ou mais, com curadoria de Hugo Soares e João Gigante, Aisca, Viana do Castelo 2014; Entre Espaços, galeria REM – Espaço Arte, Porto em 2014. Participou na 1ª Bienal Arte de Gaia 2015 assim como na 4ª Edição da Bienal Encontrarte Amares 2015.