PT EN

Mariana Barrote

2015

Projeto coletivo Plain Air

Artista inserida no prgrama da Casa de Tijolo

Bio

Licenciada em Artes-Plásticas pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto, corria o ano de 2012. Percurso acidentado e distendido pois curiosidades alheias ao mesmo foram assaz apelativas: os meandros da vadiagem e, para culminar, duas maternidades. 

Convenha-se que tudo o que extrapole o núcleo da investigação em pintura, ao transformar o sujeito que pinta, torna a sua acção mais enriquecida. 

Utiliza o papel como suporte privilegiado da pintura, até hoje a acrílico. 

Encanto pela vibração da cor como basilar a todas as camadas sobrepostas de tinta que compõem a pintura imanente de simbolismos. 

A artista intui o mundo por meio de associações e desbravamentos de conceitos, como modo de se agregar à vida. A pintura não se distancia dessa mesma constante vida, um reflexo de mistérios, anseios e hipóteses... Assim, esse trabalho é considerado o meio mais capaz para contemplação de jogos irónicos, safardanices de primeira, explorações de conceitos, assimilações de paixões. 

São consideráveis as situações representadas na pintura por terem a atenção constante de responder ao olhar do observador, pelas posturas dadas às figuras humanas. 

Tem exposto tanto individualmente como em colectivo pelo país.