PT EN

Miguel Neves Oliveira

2015

Rebentos que brotam no Outono

“Rebentos que Brotam” são peças em madeira que, em simbiose com materiais como esmalte, pigmentos, resinas, tinta plástica, pretendem refletir o nascimento e a morte no ar puro da montanha. A beleza associada ao ar puro que respiramos, que nos faz existir em corpo presente, expressando-se em ações de crescimento e definhamento, para circular e voltar a ser de uma outra maneira.

As obras brotam da montanha. A procura pelas nascentes dos rios, pelas raízes que edificam as árvores. Essa força que faz com que a pedra que se move no subsolo seja essencial para o surgimento de uma nova vida.

Nós, Homens parte integrante desta loucura, sentimos!  

Bio

Nasceu em 1980, Vila de Cucujães.

Desde 2000 realiza exposições individuais e coletivas em Portugal e algumas coletivas em Espanha.

Há 10 anos que Miguel Neves Oliveira se dedica totalmente às artes plásticas.

Embora tenha trabalhos sobre tela, atualmente executa as suas peças em madeira confrontando-a com outros materiais como tinta plástica, pigmentos, resinas, esmaltes.... Estes diferentes materiais e técnicas permitem confrontar linguagens diversas que, ao se envolverem, criam uma unidade, uma força, que é a obra em si. Esta assume a sua existência, deixando o observador envolver-se nesta procura constante pelo mistério de estar vivo. 

A organicidade e a irreverência das obras pretendem criar uma relação constante com quem as admira, seja através de um sentimento, de um pensamento ou de uma a simples percepção.