PT EN

Titos Pelembe

2019

Jogos espontâneos

O espaço público desde os primórdios da humanidade, tem se revelado como lugar de aglutinação das revoluções sócio-económicas, políticas e culturais. Ao longo do século XX, artistas como Robert Smithson, Robert Morris, Michael Heizer, Richard Serra entre outros apropriaram-se do espaço público, como meio de expandir a prática artística a contextos sociais.


Deste modo, estimularam as possibilidades de participação e interação social no processo artístico. Neste contexto, a arte no espaço público promove a inclusão social e preservação dos valores da cultura popular. Os jogos espontâneos representam o signo de uma determinada cultura, face às transformações sociais do mundo contemporâneo e globalizado, dominado pelo progresso da tecnologia e das redes de comunicação virtual.

Os jogos tradicionais estão em risco de entrar em desuso.